quarta-feira, 20 de outubro de 2010

PROVAS DE AVIVAMENTO ..


Sinto que um avivamento sem precedentes está vindo sobre o Brasil. Cada vez mais as provas são reais e irrefutáveis. Escrevo hoje no dia 25 de agosto de 2007.

Em primeiro lugar, esclareço que não sou alguém que fala de avivamento sem fundamento bíblico e sem estudar a história. Já passei e/ou vi quase de tudo na minha caminhada cristã. Pessoas já me julgaram (aparentemente 27 anos é pouca idade para falar da Bíblia), pastores me contradisseram no púlpito (por não concordarem com o avivamento), etc. Teve até um que chamou os adoradores de “idiotas” quando repetem muitas vezes uma canção, se referindo aos cânticos espontâneos. Que isso pastor! E olha que é um “grande” conferencista e teólogo da atualidade. Mesmo que ele tivesse razão não poderia chamar ninguém de “idiota”. Errou 2 vezes. Mas deixemos as picuinhas de lado.

Se escrevo este texto é porque tenho estudado alguns bons livros sobre o termo “avivamento” à luz da Bíblia e um pouco da história da Igreja. Afinal, se queres entender o hoje e o amanhã, deves estudar o passado. É isso que estou fazendo. Além disso, tenho compartilhado com muitas pessoas de Deus, pastores, líderes, e parece que as peças desse grande “quebra-cabeça” chamado avivamento estão se encaixando. E há provas reais nos dias de hoje!

Antes de tudo, deixe-me dar minha definição do que é avivamento baseado em tudo o que li e estudei. O termo avivamento não existe na Bíblia, mas vem de uma outra palavra utilizada nas Escrituras que é “reviver”. Avivamento é um tempo extraordinário e peculiar em que a Igreja renasce, volta à vida, volta aos princípios bíblicos, depois de um grande período de trevas, lutas, pecado, etc. É um tempo marcado por acontecimentos sobrenaturais como arrependimento e conversões em massa, curas e milagres, derramamento dos dons espirituais, cultos de adoração intensa e por aí vai. Haveria muito que se falar sobre a definição de avivamento, mas não vamos nos estender.

Me empolgo quando falo do avivamento que Deus tem para o Brasil, mas isso não me faz sair das bases bíblicas, muito pelo contrário. Então o que escrevo não é pautado em emoções mas em longos estudos e em profundas conversas com muitos irmãos em Cristo.

Creio que o avivamento está vindo sobre o Brasil porque:

- Há um grande mover de unidade na igreja. Por onde ando vejo as igrejas se humilhando umas às outras, vejo pastores dizendo entre si: “Eu preciso de ti”, vejo ministérios de louvor ministrando juntos, vejo grandes projetos sendo executados por cristãos de diferentes denominações. Para mim muitas dessas “uniões” são verdadeiros milagres;

- Vejo um grande mover de arrependimento. Ao mesmo tempo em que vejo a exposição dos falsos cristãos (joio), vejo que o trigo se volta cada vez mais para Deus. É por isso que as igrejas diminuíram em número em 2005/2006. Muitas pessoas foram removidas da igreja porque não abandonaram o pecado.

- Vejo um grande mover de conversões de almas. Há anos venho ouvindo de profecias dizendo que “os estádios lotarão”, cultos serão realizados em estádios. Isso é realidade hoje em dia. As pessoas estão vindo para Jesus sem muito esforço, aceitam facilmente a Palavra de Deus.

- Os cultos são marcados por milagres, curas, derramamento de poder de Deus, sinais, etc.

- Vejo Deus restaurando igrejas semi-destruídas, re-erguendo pastores esgotados, dando novo ânimo a ministérios abalados, etc.

- Vejo a igreja se tornando mais adoradora do que pedinte. Sempre defendi que quando a Igreja entender que tem que buscar mais a Deus, do que suas bênçãos, ela irá provar da intimidade com Deus. Isso está se tornando realidade. Vejo os jovens vindo a igreja mais para adorar do que para pedir bênção...

Em breve postarei mais provas do avivamento. Agora estou indo ao culto buscar a Deus! Se Ele me abençoar serei grato, senão continuarei adorando :-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário